Histórico

O Programa de Pós-graduação Ciência Animal nos Trópicos (PPGCAT) foi implantado em dezembro de 1999, com o nome de Programa de Pós-graduação em Medicina Veterinária Tropical, com nível de mestrado, pelos professores fundadores Profa. Dra. Maria Ângela Ornelas de Almeida, Prof. Dr. Carlos Roberto Franke, Prof. Dr. José Eugênio Guimarães e Prof. Dr. Alberto Lopes Gusmão, todos pertencentes ao quadro docente da Universidade Federal da Bahia.

A primeira turma de estudantes do mestrado ingressou em 2000, com apenas quatro discentes e a primeira dissertação do Programa foi concluída em 2002, intitulada “Avaliação da dinâmica folicular da cabra (Capra hircus) através da ultrassonografia transretal”, de autoria do discente Augusto Magnavita de Mello Filho, sob orientação do Prof. Dr. Alberto Lopes Gusmão.

Em 2004 a denominação foi modificada para Programa de Pós-graduação em Ciência Animal nos Trópicos (PPGCAT) por contemplar outras ciências como Farmácia, Biologia e Zootecnia. Ademais, em 2005 e 2006 foram iniciadas pesquisas na área da Saúde Animal com animais silvestres e carnívoros domésticos, respectivamente.

A partir da ascensão do seu corpo docente, em 2008 foi aprovado pela CAPES o curso de doutorado, com o ingresso de oito estudantes e a primeira tese defendida em junho de 2011 pelo pós-graduando Raimundo Luiz Nunes Vaz da Silva sob orientação do Prof. Dr. Ronaldo Lopes Oliveira teve como título “Torta de dendê, oriunda da produção de biodiesel, no suplemento de vacas em lactação a pasto”. Desde então o curso de doutorado oferecido se apresenta como uma importante opção para os profissionais da Bahia e do Nordeste que defendem seu mestrado e desejam permanecer no Estado.

Português, Brasil