Áreas de Concentração

O Programa possui apenas uma área de concentração, a Saúde Animal, que é foco de investigação dos docentes, todos voltados para aspectos epidemiológicos, diagnósticos, terapêuticos, prognósticos e preventivos de doenças em animais de produção e companhia, bem como as suas inter-relações com os humanos e o ambiente. Pós em Ciencias Animal nos Trópicos tem 03 Linhas de Pesquisa descritas abaixo:

Doenças Infecciosas e Parasitárias:

Têm como foco: imunologia aplicada e infectologia veterinária, com enfoques nas áreas de zoonoses em animais de companhia, leishmaniose canina e silvestre, imunodiagnóstico e controle de doenças infecciosas em animais domésticos e silvestres; a saúde coletiva; pesquisas com Corynebacterium pseudotuberculosis e glicobiologia; as doenças tropicais; estudos epidemiológicos, de biogeografia médica e geotecnologias aplicadas as saúdes de animais e pública; as parasitoses, com estudos envolvendo protozoários coccídios como Neospora caninum, Toxoplasma gondii, Sarcocystis spp., Besnoitia besnoiti e Hammondia spp.

Patologia, Clínica e Cirurgia Veterinária: 

As pesquisas estão direcionadas para o estudo das neoplasias em animais de companhia, produção e silvestres, inflamação, endocrinopatias, imunopatologia, imunofenotipagem, patologia molecular, acupuntura; além de técnicas operatórias e metodologia de ensino na área de clínica e cirurgia; a anestesiologia veterinária e cirurgias reparadora; ainda, métodos de esterilização cirúrgica; biomateriais, hidroxiapatita, implante orbital; plantas tóxicas e medicinais; micotoxinas e micotoxicoses; clínica das doenças infecciosas dos ruminantes; neonatologia de ruminantes; hematologia e bioquímica clínica de animais de interesse em Medicina Veterinária.

Produtos e Processos Biotecnológicos:

Tem ênfase geralmente no estudo de novos produtos para uso na Medicina Veterinária. Neste contexto, lança mão de biotecnologias para desenvolvimento desses produtos. Assim, nesta linha são encontradas pesquisas com ênfase em farmacologia e neurociências, estudando temas como células da glia, glioma, neurotoxicidade, resposta imune, flavonoides, alcaloides, plantas medicinais e tóxicas, imunodiagnóstico, sorologia, epidemiologia, biotecnologia para produção de antígenos e de anticorpos. Também são desenvolvidos muitos estudos com enfoque em desenvolvimento de tecnologias para a reprodução animal, avaliando compostos nutricionais, biotecnologias da reprodução, fisiologia da reprodução, manejo reprodutivo, controle farmacológico do ciclo estral, inseminação artificial, transferência de embriões e fertilização "in vitro" em diferentes espécies domésticas; Por fim, há ainda pesquisas nesta linha direcionadas a identificação de marcadores moleculares para a seleção de animais e aplicação no melhoramento genético.
 
Português, Brasil